22 de abril de 2014

4 dicas financeiras para empreendedores

Foto: Shutterstock

Estruturação do controle financeiro com softwares simples é a grande dicas para novos empreendedores (Foto: Shutterstock)

Com finanças não se brinca: planejar é sempre imprescindível. A gestão financeira deve começar a ser pensada de maneira prévia ao lançamento do negócio e estruturada de forma contínua, com vistas à manutenção da saúde do setor. Mas como avaliar e controlar de modo preciso os gastos da empresa se grande parte dos empreendedores não possui formação técnica? A Royal Gestão Financeira dá 4 dicas para ajudar a resolver esse problema.

1- Não misture os orçamentos!

Se você está começando a empreender, é importante saber que o orçamento familiar ou pessoal não deve ser misturado ao da empresa. A maioria dos iniciantes cometem o erro de utilizar o caixa do negócio para despesas particulares. Para evitar esse problema, defina um pró-labore e se discipline a cobrir os próprios gastos com o percentual estipulado.

2- Estruture seu controle financeiro

Não caia no erro de controlar os gastos de sua empresa apenas pela conta corrente bancária, como fazem os principiantes. Toda despesa deve ser detalhada e planejada em uma planilha ou em algum software simples, como o excel. O que não estiver discriminado nas categorias de custos passará despercebido. Esse detalhamento ajuda o empreendedor a enquadrar o fluxo financeiro aos limites previamente estabelecidos.

3- Provisione as despesas

O empreendedor necessita se abastecer previamente para gastos certos e futuros, como as despesas com impostos ou com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e os 13º salários. No caso dos impostos, por exemplo, eles podem ser gerados a cada mês ou de forma sazonal, já o FGTS pode vir de forma surpresa. Se o gestor estiver preparado, não precisará usar o caixa da empresa para estas despesas.

4- Busque um especialista

Se o empresário considerar que já é o momento de aplicar o dinheiro da empresa, é importante buscar um especialista. Somente um profissional poderá sugerir o investimento mais adequado para seu capital de giro e para o seu índice de liquidez.

Além de seguir as 4 dicas financeiras da Royal, é importante manter-se firme no controle dos gastos. Não há planejamento que resista à indisciplina do gestor, portanto, a saúde financeira contínua e crescente da sua empresa depende primeiramente de você. Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *